PRS recomenda diálogo franco e profundo no seio do PAIGC

Partido-da-Renovação-Social-PRS-Guiné-BissauO Partido da Renovação Social, PRS, recomendou, no dia 4 deste meste mês, um diálogo franco e profundo no seio do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde para ultrapassar a actual crise política vigente na Guiné-Bissau.

A recomendação foi feita  pela deputada do PRS, Martina Muniz, após o encontro com a Secretária-executiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa CPLP, Maria de Carmo Silveira.

Martina Muniz disse que abordaram com Maria Silveira a actual situação do país, um dos motivos da visita da Secretaria-executiva da CPLP, que neste  momento está a ouvir as partes envolventes na crise.

Por seu lado, o Presidente do Partido da Convergência Democrática, PCD, Vicente Fernandes voltou a defender a implementação dos acordos de Bissau e de Conacri para saída da crise política, a qual disse ser provocada pelo Presidente da República da Guiné-Bissau a quem cabe  responder perante as aspirações do povo.

“Como sabem, a ida para Conacri deve-se à iniciativa do Presidente, e os partidos políticos aceitaram como forma de encontrar uma solução para a actual crise, e em Conacri chegamos a um consenso, mas aquele que nos levou a Conacri veio a negar o veredicto alcançado durante  as negociações”, justificou  Vicente Fernandes.

Informou que passaram, ele e Maria Silveira, em revista toda a evolução da situação política do país, assim como as causas que motivaram a manutenção desta crise, que considera de cíclica.

Por isso disse estar satisfeito com a presença da Secretária-executiva da comunidade por estar consciente da grave crise vigente no país e mais uma vez solidária com a Guiné-Bissau.

O líder do PCD lamenta a actual situação que o país vive, “depois de um percurso positivo com um governo de base alargado que foi reconhecido pela comunidade internacional, onde os sectores vitais do país estavam em marcha, sobretudo o sector educativo e que começou a dar passos positivos, assim como a eletrificação em algumas localidades do país”.

Antes desses encontros, a secretária-executiva da CPLP esteve reunida com os líderes do PND, UM, PAIGC e o Grupo dos 15.

In ANG

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016