Nove candidatos disputam liderança do PRS

Nove militantes apresentaram candidaturas à liderança do Partido da Renovação Social (PRS), a segunda maior formação política no Parlamento da Guiné-Bissau, que vai realizar em Setembro, o seu quinto congresso ordinário.

Segundo Joaquim Batista Correia, porta-voz da comissão organizadora do congresso, o prazo da entrega das candidaturas terminou no domingo e, brevemente, serão anunciados os nomes dos candidatos apurados dentro dos critérios estatutários.

Apresentaram candidaturas para a liderança do PRS, Alberto Nambeia, atual líder do partido, Ibraima Sori Djaló, antigo presidente do Parlamento, Artur Sanhá, antigo primeiro-ministro, entre outros militantes do partido fundado por Koumba Yalá.

Para o cargo do Secretário-geral do partido, são duas as candidaturas apresentadas, entre as quais, do atual secretário-geral, Florentino Mendes Pereira.

Este será o primeiro congresso do partido sem a presença de Koumba Ialá, que fundou o PRS, com outros militantes, em 1992, falecido em abril de 2014, em circunstâncias ainda não totalmente esclarecidas.

Sob o lema “Consolidação do Estado de Direito Democrático para Servir o País”, quinto congresso dos renovadores realiza-se na localidade de Gardete, arredores de Bissau, de 26 a 29 de setembro, com mil e um (1001) delegados e dezenas de convidados nacionais e estrangeiros, nomeadamente “partidos amigos” de Portugal, Cabo Verde, Angola, entre outros.

 

In O Democrata

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016