Ministro do Turismo garante que trabalha para contribuir na arrecadação de receitas estatais

Fernando Vaz diz que o país deve aproveitar suas potencialidades turísticas

O ministro do Turismo, Fernando Vaz, informou que está a levar a cabo um trabalho para que o setor possa contribuir na arrecadação das receitas estatais, tal como acontece noutros países.

Em conferência de imprensa, realizada recentemente com o Primeiro-Ministro, disse que o turismo, no mundo atual,  é a primeira indústria e que, por isso, a Guiné-Bissau, sendo um país com enormes potencialidades turísticas, também deve saber aproveitar estes elementos que possam contribuir para o aumento da riqueza da sua economia.

De acordo com este responsável, o Ministério sob sua alçada está a fazer um trabalho de promoção da imagem do país lá fora, como forma de atrair turistas. Foi nesta base que fez deslocar 10 jornalistas estrangeiros para realizarem uma reportagem sobre a realidade das ilhas e das praias guineenses.

Fernando Vaz disse que o maior desafio que enfrenta neste momento é a construção de infraestruturas condignas e a aquisição de alguns meios de transportes marítimos de qualidade. Também vai ser adotado um plano de emergência turística para, em caso da ocorrência de algum sinistro, se possa realizar uma rápida intervenção de socorro.

O ministro assegurou que a sua instituição também está a trabalhar na melhoria de serviços de restauração porque, até aqui, alguns restaurantes funcionam sem ter as mínimas condições de higiene. Depois da conclusão destes trabalhos, passarão a inspecionar os produtos que são vendidos. Para o efeito, serão introduzidos alvarás biométricos para um melhor controlo.

O governante com a pasta do Turismo garantiu que vai lançar um projeto de construção de praias fluviais aqui, em Bissau, assim como noutras cidades do interior do país para facilitar o turismo interno.

Alfredo Saminanco

 

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016