José Gomes traça objetivo de ser jogador de patamar superior

luso-guineense-jose-gomesO jovem avançado do Benfica de Portugal, o luso- guineense José Gomes, perspetivou ser um jogador de patamar superior, tanto no seu clube como na seleção portuguesa.

O miúdo, de 17 anos, iniciou a careira na Academia Vitalis, em Bissau e é tido como um dos atletas mais promissores das camadas jovens da seleção portuguesa de sub-17 e sub-19, cujas internacionalizações atingiram o número 35 com 24 golos na sua conta pessoal.

José Gomes, apelidado pela UEFA por “Zé Golo”, afirmou estar completamente adaptado, quer ao clube quer à seleção portuguesa. Quanto aos objetivos, o avançado perspetiva ser um jogador de patamar superior, tanto no seu clube como na seleção lusa.

José Gomes é considerado uma das referências ofensivas da seleção portuguesa de sub-17 e sub-19. Nasceu na Guiné-Bissau e mudou-se para terras lusas com 13 anos.

O jovem avançado esteve a treinar no Sporting, mas acabou por ir viver para o Seixal, tornando-se uma das maiores promessas da formação benfiquista da atualidade.

Ao jogar frente ao Arouca para o campeonato da primeira liga portuguesa, em setembro último, o miúdo tornou-se no terceiro jogador mais jovem de sempre do Benfica, com 17 anos, cinco meses e um dia.

Na seleção

Com um total de 35 internacionalizações e 24 golos, José Gomes assume-se um finalizador, mas faz questão de dizer que é, «acima de tudo, um jogador de equipa». «As grandes equipas é que fazem os grandes jogadores. E não o contrário. Adaptar ao clube e ao treinador é fundamental, melhor que o talento», afirmou.

Lançado aos 82 minutos na derrota com o Nápoles, por 4-2, José Gomes tornou-se no jogador mais jovem de sempre do Benfica a participar na Liga dos Campeões. O luso-guineense destronou Fernando Chalana que ocupava o pódio há 40 anos.

Fernando Albino de Sousa Chalana estreara-se com 17 anos, 7 meses e 5 dias. Ora, José Gomes, o último jogador a ser lançado por Rui Vitória, em Nápoles, estreou-se na prova de clubes mais importante da UEFA com 17 anos, 5 meses e 20 dias.

A nível nacional, José Gomes salta para o segundo lugar do pódio. À frente de Cristiano Ronaldo: o terceiro da lista dos mais jovens de sempre a jogar na Liga dos Campeões, fê-lo pela primeira vez com 17 anos, 6 meses e 9 dias

No primeiro lugar está ainda Rúben Neves, que se estreou pelo FC Porto a 21 de agosto de 2014, num jogo com o Lille, aos 17 anos, 5 meses e 7 dias. No Campeonato Europeu de sub-17, José Gomes foi considerado o melhor jogador.

Entre 60 melhores do mundo

José Gomes, avançado do Benfica, Diogo Dalot, defesa do FC Porto, e Domingos Quina, médio do West Ham, são os representantes portugueses na lista de 60 melhores jovens talentos da atualidade para o jornal “The Guardian”. A análise do diário britânico incide apenas nos jogadores nascidos em 1999.

No que toca ao luso- guineense do Benfica, o “The Telegraph” escreve: “Teve um impacto imediato na academia e marcou sempre mais de 20 golos por época. Esse registo é impressionante, mas o facto de o ter feito jogando com e contra jogadores mais velhos, torna-o ainda mais reconhecido.”

Numa entrevista ao programa desportivo “Bola Branca”, da Rádio Renascença, o empresário Vital Sauané confessou que nem todos os jovens trazidos de África têm a qualidade de José Gomes. “É batalhador e é bastante humilde”, elogiou o empresário e proprietário da Academia Vitalis, em Bissau, onde jogava o miúdo.

“Ele esteve no Sporting. Naquela altura, as coisas não estavam a funcionar devidamente, houve falhas de comunicação e problemas, mas o Sporting estava em mudança. Ninguém sabia que José Gomes ia ter o sucesso que está a ter, porque era muito novo”, referiu o empresário Sauané.

Vital Sauané considerou que o Sporting não deu conta do futuro do miúdo e o Benfica aproveitou e contratou-o. Houve vários clubes que tentaram contratá-lo, mas não pensei apenas no dinheiro, mas sim no futuro do jovem.

Aliu Baldé

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016