Distribuição de tendas impregnadas decorre de 31 de maio a 4 de junho

O coordenador do Programa Nacional de Luta contra Paludismo (PNLP) disse hoje que a distribuição de tendas impregnadas vai decorrer de 31 de maio a 4 de junho do ano em curso em todo o território nacional.

Paulo Djata que falava em exclusivo à ANG, disse a etapa de recenseamento já está concluída, salientando que hoje terão uma reunião de balanço dos trabalhos para ver qual foi o resultado do censo para depois avançar.

“Como sabem, enviamos os supervisores para todas as regiões do país que recolheram informações sobre como decorreu o processo, que nos servira de base para os trabalhos posteriores da distribuição das tendas”, disse.

Aquele responsável frisou ainda que a etapa seguinte, antes da distribuição das tendas impregnadas, será a afetação das mais de um milhão de tendas aos diferentes centros de saúde do país.

Paulo Djata aconselha o uso de tendas porque têm grande importância na proteção do paludismo, tendo acrescentado que não só mata os mosquitos responsáveis pelo paludismo como também outros insectos.

“Se os utentes seguirem as orientações dos técnicos de saúde em relação ao uso dos mosquiteiros não haverá perigo nenhum”,garantiu este responsável para acalmar os receios segundo os quais os produtos impregnados nas tendas são nocivos a saúde humana.

“Antes de seu uso, a tenda deve ser estendida ao ar livre debaixo de sombra durante 24 horas e só depois colocá-la na cama”, explicou advertindo que o não cumprimento destas recomendações, as pessoas expostas podem sofrer os males como alergias, forte dor nos olhos a arder e comichões em todo o corpo.

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016