Conselho de Segurança pede que líderes cumpram acordo de paz

O Conselho de Segurança da ONU pediu na terça-feira aos líderes da Guiné-Bissau que cumpram o Acordo de Conacri, que estabelece um caminho para a paz no país, e elogiou o trabalho da CEDEAO.

«O Conselho de Segurança reitera a sua preocupação com a situação na Guiné Bissau, pede a todos os líderes políticos que cumpram as provisões do Acordo de Conacri, e comenda os esforços da CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) para ajudar a encontrar uma saída para a crise política», indicou o órgão da ONU num comunicado.

O organismo saudou recentes desenvolvimentos políticos em alguns países da África Ocidental, mas expressou preocupação com a ameaça do terrorismo.

Os membros condenaram todos os ataques terroristas que aconteceram recentemente na região, destacando os levados a cabo pelos grupos terroristas Boko Haram e Estado Islâmico.

«O Conselho de segurança sublinha a necessidade de combater o terrorismo em todas as suas formas e manifestações, incluindo ao encarar as condições que permitem o desenvolvimento do terrorismo», lê-se no comunicado.

O documento refere-se ainda à difícil situação humanitária causada por ações terroristas na região da Bacia do Lago Chade.

O Conselho pede, por fim, à comunidade internacional que «apoie imediatamente o fornecimento» de assistência urgente às pessoas mais afetadas pela crise nos Camarões, no Chade, no Níger e na Nigéria.

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016