AGUIBEF preocupado com elevado índice de mortalidade materno infantil no país

A Associação Guineense para o Bem-estar da Família (AGUIBEF), esta preocupada com o elevado numero de mortalidade materno infantil no país, estimado em cerca de novecentos por cada 100 mil mulheres.

A propósito organizou uma acção de capacitação dos jornalistas no domínio da saúde reprodutivo, que decorreu hoje em Bissau.

No final desta acção, a responsável da juventude desta organização, Filomena Correia Sá pediu a colaboração dos profissionais da comunicação social guineense na divulgação de mensagens sobre o planeamento familiar, para reduzir o índice da mortalidade materno infantil.

“Convidamos aos jornalistas e líderes de opinião para sensibilizarem as autoridades nacionais no sentido de nos apoiarem, em termos financeiros, para que possamos realizar as nossas actividades de sensibilização das mulheres sobre a necessidade do uso de métodos de contracepção de gravidez indesejada”, explicou.

Por outro lado, Filomena Sá lamentou as dificuldades com que se deparam no desalfandegamento dos materiais sanitários, facto que segundo ela já provocou, várias vezes, danos materiais, por isso solicita ao executivo no sentido de criar mecanismos que facilitam à organização no momento desalfandegamento dos seus materiais sanitários.

Em nome dos jornalistas, Sãozinha Ié deixou a promessa de que os órgãos da comunicação social vão fazer tudo para apoiar a AGUIBEF na suas actividades de sensibilização das pessoas com a finalidade de reduzir a mortalidade materno infantil.

ANG

Print Friendly
Siga nos nas redes socias:
partilhar isso?

Deixar uma resposta

Todos direitos reservado JORNAL NOPINTCHA 2016